quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Gerente de organização escolar: nova função é criada em São Paulo


As escolas da rede estadual de São Paulo contam, a partir desta semana, com gerentes de organização escolar. Para suprir a demanda, em caráter temporário, os secretários das escolas cumprirão o papel dos gerentes. Eles atuarão no novo papel até o final do processo de seleção e certificação, o qual pode levar até 180 dias após a homologação da lei.

O novo cargo administrativo foi criado pela Lei Complementar 1.144/2011, a qual foi sancionada pelo governador Geraldo Alckmin e publicada no Diário Oficial no último dia 12. A implementação do profissional será gradual, de acordo com os ajustes administrativos necessários.

“A criação da função de gerente de organização escolar se baseou não só nas análises de nossas equipes técnicas, mas também nos diagnósticos que foram apresentados pelos representantes da rede estadual de ensino nas 15 reuniões regionais de trabalho que realizamos neste primeiro semestre, com a participação de cerca de 20 mil profissionais”, disse o secretário da Educação, Herman Voorwald.

Cerca de 5.200 servidores deverão assumir a função em todo o Estado e serão responsáveis por gerenciar o trabalho dos agentes de organização e serviços escolares, principalmente no que se refere ao atendimento aos alunos, conservação da unidade, preparo da merenda e apoio técnico-administrativo. Para isso, os novos funcionários receberão remuneração mensal de R$ 843,91.

O que você pensa sobre essa mudança? Deixe seu comentário e vote na enquete ao lado!

Um comentário:

  1. è um vice diretor com ensino médio
    uma idiotice.

    ResponderExcluir